29 de jul de 2015

A Pratinha / O Fiat Brasileiro



Quem se lembra daquela sessão dentro dos gibis do
Tio Patinhas, A pratinha?
Em cada edição abordava um tema. Todo mundo que lia
os quadrinhos se amarrava n’A Pratinha!
E recentemente caiu nas minhas mãos uma edição do
pato mais rico do mundo ( comprei em uma banca de
revistas), de novembro de 1976, e nesse número,
A Pratinha aborda o lançamento do 147,  o primeiro 
carro da Fiat em território brasileiro. Achei
interessante, pois nesses novos tempos que o carro 
ficou tão acessível a qualquer mortal, aquele frisson
que se tinha no passado, do 1º carro se perdeu. 
(opinião minha.)
Nunca tive um 147, mas quem já possuiu, ou ainda 
tem, deve ter lá seus momentos de lembranças.
Na sequência você lê o texto original que foi
publicado na edição da Revista Tio Patinhas nº  136,
de novembro de 1976.



A Pratinha / O Fiat Brasileiro

É novembro e o público brasileiro aguarda mais um Salão
do Automóvel, onde as fábricas mostram não só os seus 
novos modelos, como também os já existentes, com 
novos aperfeiçoamentos.
   Neste ano teremos o salão de número 10 e a grande 
sensação será o lançamento do mais novo automóvel 
construido no Brasil: o FIAT 147 a Fabbrica Italiana 
Automobili Torino, nome original da maior indústria
automobilística da Itália, inaugurou sua fábrica  no 
munícipio de Betim, estado de Minas Gerais, em 09 de 
julho de 1976, a qual proporcionará 10.000 empregos 
diretos e 36.000 indiretos.
   O 147, escolhido e especialmente projetado para 
atender às condições e necessidades do Brasil, é um 
modelo compacto, cuja construção segue rigorosamente 
os padrões de segurança e, principalmente, visa a 
economia de combustível. Segundo seus técnicos, 
o Fiat 147 rodará 14 quilômetros com apenas um litro de   
gasolina, sendo que a sua produção já para o próximo
ano deverá ser de 100.000 veículos; em 1978, de 180.000;
e em 1980, de 200.000.
   Como vocês podem ver, esses números são, sem dúvida,
altamente significativos para aquilo que em março de 1973 
era apenas um contrato assinado, e aproveitamos para 
desejar boas vindas ao mais novo carro do mercado 
automobilístico brasileiro.