30 de set de 2014

Quadrinhos Quadrados - nº 40 - Chumpa Zé



Os amigos verdadeiros estão em todos os lugares. 
Até no zoológico. Só não podem beber um pouquinho
a mais... senão...

28 de set de 2014

As Desventuras de Um Pernilongo



Longuinho era um pernilongo. Mas um pernilongo diferente.
Desde muito cedo ganhara um violino de seus pais; e desde sempre,
não importa o lugar, mas sempre à noite, tocava-o continuamente.
Até os outros pernilongos diziam:
- Puxa, Longuinho, você e esse seu violino
é irritante pra caramba, heim! Vê se ¨manera¨ aí!!!
Mas à noite era uma balbúrdia total. Aquele silêncio nos quartos,
e lá estava Longuinho com seu violino, zunindo, zunindo.
Os irmãos, os primos e os amigos de Longuinho diziam:
- Olha aí, ¨broder¨, vê se você não chega muito perto
das pessoas; é muito arriscado! E Longuinho respondia: 
- Sou muito arisco. Ninguém consegue me pegar.
E hoje vou ver se toco uma música de Beethoven...
Mas mano, você é louco? Eles arrumaram um tal de Detefon
por aí, que é tiro e queda. É só eles apertarem, chi, chi, que
não sobra um! E Longuinho retrucava:
- Calma rapaziada, eu estou preparado para isso. Estou
usando máscara de oxigênio. Nenhum veneno me causa
efeito algum!
E lá ia Longuinho com seu violino. E tocava, tocava, tocava...
De repente a lâmpada se acende; alguém levanta, pega uma
lata de inseticida e, chi, chi, chi... Muitos pernilongos caem
atordoados, para a alegria das pessoas. Essas apagam a lâmpada
e voltam a dormir.
Mas um pernilongo, que estava usando máscara anti-inseticida,
continuava vivo; vivinho da silva. E continuava a tocar seu
violino, ininterruptamente. E ele chega a tal ponto que fica
enlouquecido pela música. Ignora tudo e todos. E nem percebe
que a luz está acesa novamente. Também não percebe que
seus amigos gritam para ele:
- Longuinho, cuidado...
Nesse instante, Longuinho os vê.
- Amigos, não se preocupem, eu estou com a máscara!
E eles insistem: - Longuinho, um chinelo, cuidado...
Tarde demais. O pernilongo leva uma chinelada caprichada,
e cai direto no chão.
Atordoado, só pensa em seu violino, que caíra a alguns centímetros.
Mas, antes que possa pega-lo, é esmagado pelo chinelo.
À distância, seus amigos e parentes nada puderam fazer.
Estava acabado. Longuinho estava morto. Era um pernilongo
promissor. Poderia se tornar um ótimo músico. Mas seu
temperamento não deixou. Se arriscara demais!
Mais tarde recolheram seu violino, e o levaram para
seus pais, que estavam internados em uma clínica
para repouso de pernilongos. Eles estavam inconsoláveis.
E todas as noites, quando adentra a madrugada, lá
estão os pernilongos, zunindo, zunindo.
Mas nenhum como aquele que sabia tocar como
ninguém um violino. Ziiiii... Ziiiii... Ziiiii




Essa história foi publicada no 
Jornal Diário da Tarde de BHz 
no dia 07 de janeiro de 1995.
Ela foi ilustrada pelo grande
Son Salvador, um multi homem,
pois o cara além de chargista,
cartunista, desenhista, escritor, 
já teve participações na TV e rádio
como comentarista esportivo
entre outras facetas. 
E nessa época o Jornal DT
como era carinhosamente 
chamado era líder em vendas
em todo o estado de Minas,
principalmente nas 2ªs feiras,
dia que o Grande Jornal dos
mineiros, O Estado de Minas não 
circulava. E nessa época aos sábados 

tinha a Revista Nacional. 
Um suplemento que valorizava a cultura e entretenimento
em geral. E abria espaço para novatos mostrarem
trabalhos na área de desenhos e artes em geral, denominado
DT Infantil. Fui colaborador durante muito tempo com
tiras (quadrinhos), e histórias infantis, a maioria, quase que
100% ilustradas por Son Salvador!





Não posso deixar de mencionar o Quinho, que também 
fazia parte do suplemento com sua ótimas ilustrações, 
e com o macaquinho Biriba e seus amigos. Além do 
Melado com a tira do Grafite. Muita gente boa
 passou naquele cantinho. Citando alguns,
 o Alves, tem um trabalho muito bom, inclusive já
 publicou na revista MAD. Também a Chantal, e sua tira 
Juventude, publicada no jornal Estado de Minas, 
João Marcos, criador do Mendelévio,
Cleuber Cristiano e seu Arroz Integral, Charles Araújo, 
com seus Meninos do Brasil, Eduardo com Os Invasores,
Laura Gomes, Lancaster, e muitos outros.



Sinto saudades do DT, principalmente das edições 
dos sábados e das segundas-feiras. Ficou uma lacuna
na midia de BHz, até hoje não preenchida!



25 de set de 2014

Em Toda Esquina Tem Um Super-Herói - nº 46



Toda última sexta-feira do mês tem a série, Dois Super Problemas
e Uma Super Solução dos Super-Heróis dentro da nossa sessão
Em Toda Esquina Tem Um Super-Herói. Isso é prá você que acha
que vida de Super é fácil. Às vezes  é, rsrsrsr


23 de set de 2014

17 de set de 2014

Desenhos antigos que não passam mais - Vovô Viu a Uva - 1974



Um desenho com um tom mais para o lado do drama, mas 
que não deixava de lado aquele humor característico dos 
trabalhos da dupla Hanna & Barbera. 
Foi produzido em 1974, e contou com 16 episódios, 
era a regra daqueles tempos. 
Há quem diga que  foi inspirado na série The Waltons,
que era exibida, e fazia muito sucesso na época, não podendo
dizer o mesmo do desenho, que não foi bem aceito, se é que
se pode dizer assim, pois foi um fracasso de audiência
 nos E.U.A. apesar de aclamado pela crítica!
O desenho se passava nos anos 1920, 1930, época da recessão
americana, e mostrava as aventuras e o dia a dia da familia Day,
que era formada por Martha Day, uma viúva criando seus
três filhos, Kathy, Danny e Ben, juntamente com o pai de
Martha, Jeff, que possuia a General Stone Day, e nas horas
vagas brincava de inventor, criando muitas engenhocas!
Vale lembrar também do cão Jonas!


A série animada era centrada em histórias familiares,
com ligação com amigos e vizinhos, e sempre
terminando com uma lição aprendida!
Desenho de traço realista, teve como principal
dublador no Brasil Arthur Costa Filho, que entre
outras dublagens, deu voz ao arquivilão
 Tião Gavião (1ª temporada) d'Os apuros de Penélope.

Vovô Viu a Uva ( titulo original, TheseAre The Days)
Produção ABC - 1974



12 de set de 2014

10 de set de 2014

Quadrinhos Quadrados - Brigas de Amor


O amor não tem fronteiras, credo, cor e quaisquer outras
definições que podemos usar aqui!! O amor é o amor,
simplesmente isso!!
Mas não pise na bola, de boa, viu!! rsrsr

7 de set de 2014

Raining in My Heart - A Série - nº 23 - Fama



Tudo que é bom um dia acaba (será?). Minha
tira chegou ao final. #SQN. Essa é a última. Vou cair em 
outros projetos engavetados, reciclar. Gosto muito
de fazê-la, mas resolvi dar um tempo. Não que seja
um final definitivo. Posso voltar a fazê-la de novo, mas não
por enquanto. Mas você ainda pode ver essa e as
outras 23 aqui no blog. É só dar aquela
pesquisada. Estaram sempre aqui. Prá quem 
acompanhou um obrigado, e até mais ver!!!!