26 de mai de 2013

03 - Sexo e Mil Coisas




De dentro do ônibus observo o movimento das ruas. Pessoas indo e vindo. Apressadas ou não.
Atravessando para um lado ou outro das ruas. Prá onde elas estão indo? De onde elas estão vindo?
O que se passa agora em suas cabeças; que pensamentos particulares estão sendo arquitetados dentro de suas mentes?
Vejo uma moça linda; cabelos esvoaçantes ao vento trajando um vestido rosa.
O que será que ela fez na noite anterior? O que ela vai fazer agora? Quais são seus planos, aspirações?
Será que ela pensa em sexo, ou gosta de chocolates ao run? Será que ela toma Coca Cola zero, ou prefere uma tulipa de chopp, sentada em uma mesa no calçadão?
Cada cabeça uma sentença, uma vida particular, que pode até um dia cruzar com você, ou simplesmente nunca te tocar, te esbarrar!
Pessoas são como formigas andando apressadas. Todas tem um número de registro, mas mesmo assim são tão anônimas.
O que será que elas estão pensando agora? De onde estão vindo, prá onde estão indo?
De repente alguêm toca em meu ombro e pede licença para sentar se ao meu lado. E me pergunta: 
-  O que você está pensando agora? Parece que seu pensamento está tão distante!!
E eu respondo:
-  Ah, sei lá... Mil coisas ao mesmo tempo!!...